quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

O CÚMULO DA RESILIÊNCIA

A faculdade é a própria casa da moeda. O curso é decepcionante. A grade curricular é uma palhaçada. O corpo docente..., bem..., nem vou falar, porque uma parte até que dá para aproveitar. A profissão é desprivilegiada. O salário é vergonhoso. Os alunos, da plateia, fingem aprender alguma coisa. Os professores, das jaulas, fingem ensinar. E os chefões – de chicotes nas mãos – fingem... Se bem que estes nem precisam mais fingir nada: já estão todos domados mesmo!
É..., finalmente o CIRCO ANHANGUERA está montado: lonas, picadeiro e plateia.
Horário de funcionamento: isso depende, mas eu aconselho das 8h às 10h e 30min.
Dias de funcionamento: Isso também depende, mas geralmente são quatro vezes na semana.
Quer participar do espetáculo? Então venha comigo, e se eu trouxer você e mais outros para cá, eu posso até ganhar um tablet, ou ainda, quem sabe, um notebook, isso não é bom?! Mas pense muito bem, porque aqui se fala a linguagem do “X VEZES, SEM JUROS, NO BOLETO”.
Atestado de matrícula? Uma vez, sem juros, no boleto.
Respirou no momento indevido? Três vezes, sem juros, no boleto.
Mudou de carteira? Quatro vezes, sem juros, no boleto.
Disse o que não devia? Cinco vezes, sem juros, no boleto.
Comparou a faculdade com outra? Sete vezes, sem juros, no boleto.
Falou mal da instituição? Isso é quase inafiançável, mas nada que dez vezes no boleto não resolva.
Protestou? Xiiiiiiii... Isso só à vista.
Ah! E ainda tem mais: no mínimo, cem cabeças por sala – isso é que é interação: VIVA VYGOTSKY!
Agora imagine aí uma aula de educação física dentro da quadra: são cem pessoas correndo atrás de uma única bola! Pode crer, nem a Seleção Brasileira de Futebol tem chance alguma contra esse time.
Eu não gosto desse time. Nem do jogo. Muito menos do técnico. Na verdade, eu odeio esse circo! Mas continuo na disputa, e assisto, com um sorriso cínico nos lábios (sorriso cínico nos lábios? Oito vezes, sem juros, no boleto), assisto esse jogo por causa delas, as criancinhas: são elas que me fazem continuar. Embora eu saiba que só quem ganha o troféu da Copa Anhanguera é a própria Anhanguera. Ela e mais ninguém.




Obs.: Confira aqui a reportagem que o Jornal do Parlamento da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP) fez a respeito da demi$$ão de professores do Grupo de Faculdades Particulares Anhanguera.


Confira aqui a minha "carta de retratação" perante a faculdade.

44 comentários:

  1. putz, amigo adorei seu texto meu demais, vou compartilhar com minhas amigas, pura verdade

    bjos.: Lais

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, amiga, e essa minha indignação é só o começo do semestre... risos... Mas tudo o que falei é a mais pura verdade. Beijos... Obrigado pelo carinho.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ed, parabéns pelas maravilhosas e sábias palavras, sei que toda fase de transição gera inseguranças e falhas, mas do jeito que estão as coisas na faculdade, não há nenhuma expectativa de melhora. Realmente há de se ter muita paciência... enquanto isso... Bjs e saudades, Luciana Carbone

    ResponderExcluir
  4. ARRASOU, faço minha as suas palavras infelismente temos que ficar nesse circo pq ATÉ PEDINDO PRA SAIR (BOPE)tem que pagar. Expressão perfeita Casa da moeda.


    Jéssica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A expressão "pedir para sair" foi ótima (risos). Por enquanto, brinquemos todos juntos nesse circo e demos risadas de toda a palhaçada, pois é apenas isso o que nos resta. Ah! NÃO SE ESQUEÇA DE FAZER AS ATPS (Atividades de Práticas "Supervisionadas").
      Obrigado pelo carinho.

      Edvaldo dos Reis

      Excluir
  5. ARRASOU, é pouco, realmente é uma casa da moeda.
    o atestado de matrícula o aumento foi de 150%, acima da inflação que é de 5%.
    estou com você, sábias palavras.

    Bia/15/02/12

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou contigo, aliás, estamos todos no mesmo barco (e furado, por sinal). Parabéns pelos cálculos, o aumento deve ter sido exatamente este (risos).
      Ah! NÃO SE ESQUEÇA DE FAZER AS ATPS (Atividades de Práticas "Supervisionadas").
      Obrigado pelo carinho.

      Excluir
  6. nossa!não te conheço pessoalmemte, mas já te admiro.O que vc relatou é tudo verdade.E tem mais ele acha que pode nos comprar nos oferecendo balinha.É pessoal,não podemos nos calar diante tanta palhaçada,a final de contas to pagandooooo!
    MARI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa!, foi muito bom você ter falado da questão da balinha, pois a mesma pode sair pelo preço de uma caixa de bombons Ferrero Rocher.
      Balinha da coordenadoria? Duas vezes, sem juros, no boleto.
      Ah! NÃO SE ESQUEÇA DE FAZER AS ATPS (Atividades de Práticas "Supervisionadas").
      Obrigado pelo carinho.

      Excluir
  7. Respostas
    1. Obrigado.

      NÃO SE ESQUEÇA DE FAZER AS ATPS (Atividades de Práticas "Supervisionadas").

      Bom Carnaval!

      Excluir
  8. EU REALMENTE GOSTARIA DE DIZER QUE VOCÊ ESTÁ ERRADO, ESTÁ SENDO PESSIMISTA, QUE AS COISAS NÃO SÃO TÃO RUINS ASSIM.... MAS INFELIZMENTE SUA PALAVRAS SÃO A TRADUÇÃO DA SITUAÇÃO CRÔNICA DO NOSSO DIA A DIA NA FACULDADE. ENTÃO, APENAS ME RESTA AGRADECER A DEUS, POR CONHECER PESSOAS QUE AINDA USAM SEU SENSO CRÍTICO DE MANEIRA TÃO POÉTICA E VERDADEIRA.

    PATRICIA LIMA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também agradeço muito a Deus por conviver diariamente com pessoas como vocês. São mulheres, a maioria mães, que deixam as suas casas, os seus filhos, enfrentam o machismo de alguns maridos, enfrenta o frio de Guarulhos, enfrenta tudo e todos e seguem em busca de um sonho, sonho esse que só vocês veem, vocês e mais ninguém. E são por essas razões que já podemos nos considerar campeões (campeãs), pois partimos para luta, sabemos da triste realidade das salas de aula que nos espera e sabemos também do quanto ainda seremos humilhados (as) pela diretora, coordenadora ou qualquer pessoa do tipo. Mas quem disse que desistimos? Que nada, somos feitos de pedra: somos “pedragogos (as)”.

      Obrigado pelo carinho.


      "Tudo vale a pena se a alma não é pequena." (Fernando Pessoa)

      Excluir
  9. Quem discordar das opiniões acima e também do meu texto, pode deixar comentário, se quiser. Pois aqui, diferentemente de algumas EMPRESAS DE ENSINO, é um espaço democrático, aberto a todos os tipos de críticas.

    Atenciosamente, Edvaldo dos Reis.

    Email e facebook: edvaldofilho_oliveira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. você realmente disse o que eu gostaria de ter dito estou engasgada com essa instituição é muito triste ter que passar por isso,você esqueceu dos PLTs, essas cópias de livretos em não sei quantas vêzes no boleto...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Rita, fico deveras feliz quando alguém se "encontra" em minhas palavras. Ainda bem que não sou apenas eu que estou "indignado", tenho certeza que são todas as turmas de pedagogia (de Guarulhos) da Empresa Anhanguera.
      Ah!, os PLTs foi bem lembrado, risos... Haja boleto! E espero que os PLTs cheguem a tempo, porque semestre passado só foram chegar quando as aulas estavam acabando. Só dando gargalhadas, viu! kkk...

      Excluir
  11. Se a casa da moeda só conhece a palavra "moeda", o que estão fazendo ainda nessa igreja?
    Porque continuar alimentando esse vício?
    E seu currículo? virá com o brasão da casa da moeda!
    Vale a pena?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O circo pegou fogo e o palhaço deu sinal...
      Eu citei uma frase do Fernando Pessoa anteriormente e vou tornar repeti-la: "tudo vale a pena se a alma não é pequena".
      Infelizmente, como você disse, nosso diploma virá com a "mancha laranja", mas diante de nossas habilidades despertadas e aprimoradas pela antiga TORRICELLI, essa mancha provavelmente desaparecerá. Quanto ao que estamos fazendo na casa da moeda, depende, pois isso é deveras subjetivo: eu, por exemplo, acredito na educação. Cuidado: não confundir educação com circo.
      Ah!, obrigado por comentar em meu blog mesmo discordando da maioria: são por meios de opiniões divergentes que reformulamos, dia após dia, as nossas próprias opiniões.

      Excluir
    2. Quem ve assim temos muita opçoes, se sai te cobram o olho da cara, e as outras instituiçoes te rebaixa ao 3 semestre sendo que não vemos a hora de acabar logo esse Tsunami ao qual enfrantamos,(como diz o ditado: se correr o bixo pega se ficar o bixo come) se continuamos o ensino continua péssimo pois os professores figem que ensinam e a gente finge que aprende não por culpa dos professores mas pela falt a de estrutura 110 pessoas em uma sala sem acustica sem ar condicionado ou ventiladores e nossas cabeças continua na forca devido as várias coisas que são nos cobrado atestado de matricula só ficou mais caro R$10 bem cara essa taxa semestral fora os PLT X Várias matérias em 3X no boleto.
      Quem sabe assim saimos com mais uma qualificação:
      Curriculo
      PEDAGOGO DA CASA DA MOEDA!

      PROFISSÃO: PROFESSOR, BANCÁRIO, ECONOMISTA, PSICOLOGO...
      são vários os cauculos pra não estourar o orsamento.

      Próximo passo é uma clinica de repouso.

      Excluir
    3. Gostei das nossa futuras aptidões: bancário e economista é ótimo. Ei, o 5º A matutino ganhou uma sala climatizada, com direito a ar-condicionado (que possue um controle remoto com pernas, pois este vive desaparecendo) e uma futura promessa de instalar microfone para o docente e mais dois ventiladores para o povão. As coisas estão começando a mudar na infraestrutura, queremos ver mudanças também na qualidade das aulas e nos seus respctivos conteúdos.

      Obs. Se ficar calado a Anhanguera pega, se falar a Anhanguera come. Nunca pensei que eu iria passar por isso. Só o MEC na nossa cusa, viu!

      Excluir
  12. Poxaa amiigo! Como sempre, arrasou! Parabéns! Desabafe mesmoo!

    *----*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mais que um desabafo, Dedê, é a nossa triste realidade de agora, ou pelo menos até a transição for concluída integralmente. E que trasição!
      Obrigado pelo carinho.

      Excluir
  13. Edi, como sempre você se superou, concordo com tudo o que você escreveu e admiro a sua perseverança. Infelizmente como salientou o próprio coordenador do curso de pedagogia, não estamos falando de uma instituição de ensino que qualifica educadores para atuarem na educação, mas sim de uma empresa que vende serviços e de pessima qualidade convenhamos.Infelizmente querem nos convencer de que estamos loucos e que tudo não passa de coisa da nossa cabeça áté quando.O lema desta renomada instituição é quantidade e não qualidade.Porém nem todos aspiram somente a conquista de um titulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora você foi profunda. Agora eu senti a mesma ira que me moveu a escrever tais críticas. Você complementou, e de maneira visceral, o que estava faltando. Temos aqui postado um verdadeiro realismo literário. Nem Aluísio de Azevedo conseguiria ser tão realista utilizando um texto tão sucinto.
      Parabéns, colega. O lema daqui é esse mesmo, e você já deve ter percebido também que ele$ curtem educar em ma$$a.
      Obrigado pelo carinho.

      Excluir
  14. Vocês não citaram os professores mestres e doutores que foram despedidos, esqueceram?
    Eles eram ótimos, capacitadíssimos, habilidades ímpar. Essa faculdade está mesmo uma bagaça! Parabéns Ed.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns para você também, colega, por ter lembrado de algo que jamais devemos nos esquecer. Essa palavra ("bagaça") já me remete ao professor Celso, ele era ótimo, espetacular. Por falar nele, quero deixar registrado aqui as minhas saudações a todos os que contribuiram, de alguma forma, na minha formação. Quero destacar, em especial, a professora Mercia Maria Barbosa, que tanto me escutou, me ajudou e me orientou; também ao professor Ms. Paulo Santos, pelas melhores aulas de história e filosifia que já tive em toda a minha vida; também a professora Daniele Santos, por ter escutado, pacientemente, eu falar mal do construtivismo sem jamais alterar o tom de voz ou demonstrar grosseria para comigo; também quero destacar a professora Maria Genaina Reder, simplesmente brilhante (principalmente na disciplina de estrutura); o professor Celso, sem comentários, supercrítico e sincero; e também, de todo o meu coração, a professora Lúcia Miranda Rosa, essa eu nem sei ao certo o que dizer: simplesmente maravilhosa; os professores Ms. (futuro Dr.) Ivan Guedes e Wagner Yordaky, obrigado a vocês pela paciência que tiveram com a gente; enfim, agradeço a todos eles, com toda a sinceridade e com toda a minha admiração. Obrigado, mesmo.

      Excluir
    2. Ah!, também preciso destacar a professora Bernadete Di Giacomo, que tanto nos motivava, esta também fora despedida... Desculpa, pro, eu não ter te citado antes, é que foram tantos professores que resolveram sair ao mesmo tempo, que fica difícil eu me lembrar de todos. O que aconteceu na Anhanguera de Guarulhos foi um fenômeno que podemos batizar de "despedida em massa". E isso é porque nos prometeram que não ia ser mandado ninguém embora.

      "Preste atenção ao que eles dizem, ter esperança é hipocrisia. A felicidade é uma mentira e a mentira é salvação. Beba desse sangue imundo e você conseguirá dinheiro. E quando o circo pega fogo, somos os animais na jaula. Mas você só quer algodão doce. (...) É preciso acreditar num novo dia, na nossa grande geração perdida, nos meninos e meninas, nos trevos de quatro folhas. A escuridão ainda é pior que essa luz cinza." (Renato Russo)

      Excluir
    3. Oi, querido Edvaldo!!!! Que bom ter lhe encontrado!!! Parabéns por esta escrita forte!!! Sou sua fã. Sempre,
      Lúcia

      Excluir
    4. Eu é quem sou seu fã, pro. Tenho enorme admiração pela senhora e pelas suas obras.
      Sinto muito a sua falta, tanto que nem sei dizer.
      Eu te amo.
      Saudades...

      Excluir
  15. Amigo,eu até pensei pra falar algumas coisas interessantes aqui no seu texto mas não consegui.Nós somos condicionados desde pequenos a SER passivos,aceitar mesmo sem gostar;essa notícia não me surpreendeu nem um pouco e essa é a realidade do Brasil,Inglaterra ou qualquer outro lugar onde tem "gente", por mais desenvolvido que ele seja,há exploradores,a diferença é a nossa resposta ao estímulo recebido,por mais que desejemos lutar pela causa mais nobre do Universo,ainda falta algo,união,as pessoas unidas são invencíveis,infelizmente,a resposta para o estímulo acima é permanecer na área de conforto,que muitas vezes só nos dá prejuízos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok. Se o senhor está acostumado a ser passivo, tudo bem, a escolha é sua. Mas não se esqueça que há pessoas pagando mensalidades, atestados de matrículas e tutorias. Outra coisa, não foi meu objetivo lhe surpreender, contudo, peço-lhe, apenas, aulas com qualidade e uma grade curricular condizente com aquela que contratei. Há pessoas pagando o preço da grade curricular da antiga Torricelli (que por sinal é mais cara), e recebendo a grade curricular da Anhanguera (esta, bem mais barata). Seria legal se a gestão fizesse essas contas direito e regularizasse o preço das mensalidades, já que o Código de Defesa do Consumidor é claro no que se refere a isso: você paga por aquilo que compra, e francamente estamos pagando por um serviço que não compramos (contratamos). Quanto aos exploradores, nem Karl Marx poderia explicar-nos melhor do que a própria experiência que estamos vivenciando: parece-me que a Anhanguera tem Ph. D. nesse quesito. Fora isso, mais nada. Obrigado pelo comentário.

      Obs.: Quando o senhor tiver algo interessante para falar e, finalmente, conseguir, fique à vontade e sinta-se em casa: o meu blog está aberto a todos os tipos de opiniões.

      Excluir
  16. NOSSA SÓ VC PRA ESPRESSAR TUDO O QUE TODOS DEJEJAM FALAR PARA ESSA PALHAÇADA TODA PARABENS VC É DE MAIS CONTINUE ASSIM QUE DEUS TE PROTEJA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém. Que Deus também lhe proteja e lhe dê coragem sempre que precisar. Obrigado pelo carinho e atenção.
      Fique na Paz de Deus.

      Excluir
  17. DESCULPE OS ERROS DE PORTUGUÊS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa se desculpar, o próprio Piaget falava que os erros fazem parte do processo de construção. O que importa na verdade é o seu comentário, o seu desabafo.

      Excluir
  18. RODOLFO, TODOS NÓS ALUNOS NÃO CONCORDAMOS COM SUA PALAVRA!
    VC ESTÁ TENTANDO SE DEFENDER DE ALGO TOTALMENTE EXPLICITO E MUUUUITO CLARO PARA NÓS!! ESSA FACULDADE É UMA TREMENDA EMPRESA DE DINHEIRO E NÃO UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR!!! O OBJETIVO DESTA FACULDADE ANHANGUERA É SIMPLESMENTE TER MAIS ALUNOS (OPERÁRIOS), PARA GERAR MAIS LUCRO E MAIS E MAIS DINHEIRO A FACULDADE(EMPRESA). SEM ALUNO=SEM DINHEIRO E SEM DINHEIRO=SEM LUCRO!
    CONCORDO PLENAMENTE COM O EDVALDO E TODOS OS ALUNOS DE PEDAGOGIA.
    MUUUUUITA PALHAÇADA, HUMILHAÇÃO E DESRESPEITO COM O ALUNO!
    ESTA FACULDADE SÓ VISA O DINHEIRO E NÃO A EDUCAÇÃO!!!!!! O MEC E O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DEVERIAM AVALIAR CUIDADOSAMENTE ESSA SITUAÇÃO COMO FOI DITO NA REPORTAGEM.
    NOSSOS BRILHANTES PROFESSORES FORAM MANDADOS EMBORA!!! UM ABSURDO!!!! ALGUNS REALMENTE DEIXAVAM A DESEJAR, MAS A MAIORIA ERAM SHOW DE BOLA, REALMENTE ÓÓÓÓÓTIMOS PROFESSORES!!!
    OUTRA: ESSA FACULDADE ESTÁ COBRANDO R$547,10 PARA FAZER UMA TUTORIA (ANTIGA DP), ENTÃO PESSOAL POR FAVOR ESTUDEM E NÃO PEGUEM DP OU DEIXEM DE FAZER ALGUMA MATÉRIA. UM ABSURRRRDOOOOO TOOOTAAAAL!!!!
    PARABÉÉÉÉÉÉÉÉNS MEU BOM AMIGO EDVALDO PELA CORAGEM E POR DEIIXAR ESSE ESPAÇO ABERTO PARA COMENTÁRIOS!
    ESTOU MUUUUITO ORGULHOSA DE VC E LEMBRE:SE ESTOU CONTIGO SEMPRE!!! É ISSO AÍ AMOGO, SOMOS PEDAGOGOS, VAMOS LUTAR PELA NOSSA EDUCAÇÃO PARA NOS TORNAR-MOS OTIMOS PROFISSIONAIS E NÃO CAIRMOS E NEM ACEITARMOS ESSA SITUAÇÃO VERGONHOSA QUE TEMOS DE ENFRENTAR! VAMOS MOSTRAR AOS NOSSOS NOVOS ALUNOS A NOVA CARA DESSE PAÍS, VAMOS FAZER MELHOR!!!!!! BJAAAO AMIGO E FIQUE COM DEUS. SOU...... DO CURSO DE PEDAGOGIA. ESTOU TENTANDO TERMINAR O CURSO , MAS ME ENVERGONHO DESSA FACULDADE!!!! SÓ ESTOU NELA PORQUE INFELIZMENTE SOU OBRIGADO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras maravilhosas e por expressar a sua raiva aqui. Há pessoas na sala que estão entrando em "depressão acadêmica" (até este termo já fora cunhado), é sério. Muito obrigado também pelo carinho e atenção. E vamos, sim, fazer alguma coisa de boa por este país, nem que seja mínima, mas deixaremos nosso humilde legado para as gerações que virão.

      Obs.: espero nunca precisar fazer uma tutoria.

      Excluir
  19. Caro amigo.
    Suas palavras sempre sábia, estão servindo para mim como um poderoso bálsamo, pois você fala tudo que eu gostaria de dizer e vai de encontro com aquilo que eu penso, sinto falta das aulas de conteúdos, iguais as que tínhamos com os excelentes professores que você citou e lembrou muito bem, que sabiam nos cobrar algo com competência, pois estes tinham autoridade e competências para isso! Agora o que dizer desses atuais que nos restou meu Deus, com todo respeito com que precisa e tem que trabalhar, ou eles entraram no jogo da Instituição, ou francamente não tem habilidades alguma, a impressão que dá, é que gostam de incentivar os alunos a não irem para a faculdade, pois sabemos que têm (alunos e alunos) que estão ali só para pegar o diploma, então para "estes" a situação é comoda e a faculdade está no nível deles. Agora o que é inadmissível para o profissional comprometido com a educação é ser conivente com essa situação e instigar os alunos a não se esforçarem e ainda culpa-los, como se deve procurar fora da faculdade e se especializar, como se tudo fosse culpa deles e que dependesse apenas deles, é claro que em partes sabemos que temos que ir além do que qualquer instituição de ensino nos oferece, no entanto cabe a quem dirige e coordena e ministram e "planejam" as aulas, querer ter boa vontade em nos dar aulas de qualidade, pois estamos pagando um preço muito alto, por tão pouco, e percebo que esta é a verdadeira politica da ANHANGUERA "MENOS EDUCAÇÃO POR MAIS DINHEIRO". E a consequência disso é, profissionais desqualificados para o impetuoso, audacioso e concorrido mercado de trabalho, ou ainda pessoas despreparadas para lidar com a nossa dura e cruel realidade das salas de aulas, que o bom educador consciente e responsável sabe que enfrentará grandes desafios mesmo estando bem preparado, pois essa e a realidade do nosso país, pois acreditamos na Educação e queremos mudar e como dizia as sábias palavras da professora e mestra, Bernadete que sabia dar aula e gostava do que fazia era grande incentivadora dos futuros professores, ela nos dizia:Devemos ser e fazer a diferença, sendo "Jequitibás",(São raros de encontrar, porém mais fortes) não simplesmente "Eucaliptos",(Existem em maiores quantidades)são os que aceitam tudo e geralmente são todos iguais.
    Quero te parabenizar pela criação do blog, e por ter lembrando dos maravilhosos mestres que tivemos reitero as sua palavras a todos eles citados e gostaria de acrescentar além desses muito bem lembrados, alguns que me ajudaram na minha humilde construção de vida acadêmica, e que de alguma forma fizeram a diferença em minha vida, a professora, mestra e doutora ELIANE
    EUZÉBIO(literatura) a quem tenho o maior respeito e admiração, ao professor LINDOMAR, pelas maravilhosas experiência dele relatadas em sala de aula em suas práticas pedagógica. A professora BERENICE, pela humildade e a rica experiência de alguém que estava nos dias de se aposentar e nos deu aulas de conteúdos riquíssimos da história da escrita. Enfim estes já deixaram saudades e souberam deixar boas recordações. Bjs. Boa Sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que dizer das usas palavras? Você disse tudo, risos, tudo mesmo. Obrigado pelo carinho, pela atenção e pelo comentário maravilhoso. Na verdade, a faculdade não está nem aí para as nossas reivindicações, afinal a maioria já se encontra alienada, agora falta nós cedermos as suas vontades, como sabe, não faremos isso, pelo menos é o que espero. Que Deus lhe proteja e lhe dê forças para continuar, pois ainda lhe resta um mestrado na UNIFESP, USP, UNESP ou qualquer outra instituição, pública ou privada, que não seja laranja. Torço por você! Não sei quem é você, já que não se identificou (o que é prudente de sua parte), porém, caso queira me adicionar no facebook, o meu endereço é edvaldofilho_oliveira@hotmail.com, desde já muito obrigado.

      Excluir
  20. Olá amigo! Não te conheço, mas me tornei sou sua fã!

    Agora neste momento tenho alguns questionamentos e por gentileza me ajudem a entender!!!
    Onde estão os bons professores? Cadê os conteúdos? Como nos tonaremos bons professores, educadores e pedagogos? Como enfrentaremos concursos públicos? Que critério de avaliação é esse? O que exatamente estamos aprendendo? Para onde estão levando e Educação em nosso país? Vamos ser coniventes com isso até quando? Vamos chegar a onde com tanta paciência?
    ...Estou indignada, sou esforçada, não falto na faculdade, procuro ser mais responsável e pontual possível em minhas obrigações e deveres, procuro fazer tudo que está ao meu alcance no que é solicitado, não tivemos avaliação nesse semestre durante o 1º bimestre e minhas notas estão fracionadas, como pode baseados em que e por quê? Cadê as devolutivas dos trabalhos? As orientações onde estamos errando e acertando?
    Será que as Universidades em especial esta que estamos está se tornando lugar de compra-se diplomas divididos em suaves e eternas mensalidades pagas a perder de vista em tantas vezes no boleto!FRANCAMENTE!!! Me desculpe, ter tomado seu tempo e este espaço, é que definitivamente estou indignada e como diz você desse jeito vamos acabar sofrendo de depressão acadêmica! Absurdo... bjs. Fica na paz e que Deus nos abençoe nos proteja e nos livre do mau. Amém!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que suas respostas se encontram arquivadas nas mensalidades e nos requerimentos, ou em outras palavras, nos boletos. Lucro pelo lucro, é isso. Conteúdos? 0. E quando têm, não há muitos esclarecimentos. Na verdade, esse semestre eu parabenizo a professora Ms. Fábia Freire e ao professor Dr. Antonio Carlos, por nos darem aulas com qualidade. Quanto aos outros, não tenho nada contra, apenas acredito não possuírem domínio das disciplinas que estão lecionando. Desculpem-me a minha ousadia e a minha petulância, mas é isso que acredito. Muito obrigado pela atenção e pelo carinho, e saiba que esse espaço está aberto a você e a todos que queiram debater e discutir a educação. Sinto-me feliz por saber que não sou apenas eu o..., Como é mesmo que o coordenador me batizou? Crítico, né? Pois..., fico feliz por saber que não sou eu apenas o crítico. Gozado é que eles querem que criemos alunos críticos, mas quando um de nós critica o Circo Laranja, parece que somos a própria Besta Fera (666).
      Obrigado, mais uma vez, pelo desabafo.
      "Não temas, mas fala, e não te cales; porque Eu sou contigo, e ninguém lançará mão de ti para te fazer mal." (Atos, Cap. 18, vers. 9 e 10)

      Excluir
  21. E eu entrei para a Anhanguera sem querer. Minha faculdade foi comprada, para nossa tristesa .
    E agora,peciso voltar ao 3º semestre de Direito , mesmo tendo concluído o 8º .
    Perdi o pique , a perspectiva , o chão "se abriu" e nem sei o que pensar ou falar. É difícil perder tanto tempo e dinheiro.
    Vou brigar na justiça. Não acredito que um curso 100 % presencial como era o meu , com média 7 e aula até as 22:40 possa ser comparado com esta nova grade curricular .
    Acredito que não me ensinaram nada então.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eis o preço do neoliberalismo. A anhanguera é uma porcaria, sujeirada, uma verdadeira máfia laranja. Nunca escutei nenhum dos seus alunos falarem bem dela. Espero, de verdade, que você consiga ganhar a sua causa na justiça, infelizmente algumas pessoas acham cômodo estudar 4 e até 3 dias por semana + AVA (EaD). ATPS? Engana trouxa, símbolo evidente do neoliberalismo.
      Torço por você.
      Obrigado pelo comentário.
      Boa sorte.
      O blog está aberto para você e seus (suas) colegas.

      Excluir

Assim que eu ler o seu comentário, responderei-o imediatamente. Grato pelo carinho.